O EVENTO

O Congresso Internacional de Psicologia (CIPSI) está em sua sexta edição. Ele tem sido proposto, desde a sua primeira edição, em 2003, com o intuito de oportunizar tempo e espaço para a divulgação e socialização de saberes produzidos no campo da Psicologia aos estudantes, professores, pesquisadores e profissionais da Psicologia e áreas afins, de diferentes instituições, de todas as regiões do Brasil e de diferentes países.

Sua periodicidade é bianual sendo isso, contudo, alterado nesta última edição devido ao contexto interno ao Departamento de Psicologia (DPI) e à própria UEM, bem como às condições externas (como o quadro desfalcado de servidores, levando ao acúmulo de atividades, entre outras).

A cada edição o evento se estrutura em torno de uma temática central que traduz a nucleação de grandes questões que são afetas à Psicologia, tratada aqui como campo científico e área profissional, vinculada às ciências humanas em geral e às outras áreas que se ocupam em levar ao ser humano condições propícias ao seu desenvolvimento integral e compromissadas com a sociedade contemporânea.

Disso já se denota o compromisso assumido por seus organizadores e participantes com os rumos que a sociedade do século XXI vem tomando, com as condicionalidades que concorrem para tanto e as contradições geradas. Pensando numa Psicologia compromissada em desvelar e explicar o ser humano e em propor alternativas que impactem o máximo possível numa formação humana plena, o CIPSI congrega estudiosos de diferentes áreas da Psicologia e afins, sob variadas perspectivas teóricas e metodológicas.

O tema desta sexta edição do evento (“Psicologia e Direitos Humanos: formação, atuação e compromisso social”) é bastante propício para realizarmos debates, reflexões e propormos atividades de mobilização relacionadas a este instável e complexo momento político que estamos vivenciando. Estamos atravessando um momento de instabilidade política no Estado do Paraná. Trata-se de um momento em que estamos mobilizados em movimento de luta legítima contra a violência, o descaso e o desrespeito aos direitos adquiridos pelos servidores públicos do Estado do Paraná. Isso requer de nós duplo trabalho: manter as atividades de organização do evento, sem deixar de nos mobilizar para enfrentar e denunciar o desgoverno praticado na política pública estadual.

A Comissão Organizadora do evento em tela apoia a luta dos servidores paranaenses, condenando os atos violentos e ditatoriais do governo e manteve a realização de suas atividades para conclamar todos os participantes a apoiarem a luta em defesa dos direitos coletivos, denunciando as graves violações aos direitos de manifestação e organização que vêm sendo praticados pelo governo paranaense. Repudia veementemente a postura deste Governo, que se valeu de bárbara repressão policial contra os servidores públicos estaduais, que lutam contra um pacote de medidas contestáveis, proposto pelo governador Beto Richa (PSDB).

Somos contrários à tentativa de assalto por parte do Governo ao Fundo de Previdência dos Servidores, além de outras medidas que cortam direitos e mexem no plano de carreira dos servidores públicos, provocando greve nas universidades estaduais e escolas públicas estaduais.

O CIPsi se constitui, pois, em oportunidade para que as produções da graduação (iniciação cientifica, extensão e ensino) e pós-graduação de todas as instituições envolvidas e representadas possam ser expostas e debatidas, sejam elas de enfoque na realidade brasileira, latino americana ou de outros países. Pesquisadores e profissionais vinculados à:

Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO),

Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE),

Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (ABEP),

Asociación Latinoamericana para la Formación y Enseñanza de la Psicología (ALFEPSI),

Cátedra Libre Martín-Baró (CLMB),

Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia (CFP),

Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP 08),

International Center for Clinical Excellence (ICCE),

Secretaria de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde (MS), entre outras instituições, estarão presentes no evento deste ano.

Além disso, é importante frisar que os trabalhos que serão apresentados no evento serão publicados em formato de Anais Online, com indexador (ISSN 1679-558X).

A participação dos alunos da graduação e da pós-graduação nas atividades do CIPsi, seja no apoio à comissão organizadora, ou na apresentação de trabalhos no evento, é bastante efetiva, desde a primeira edição.

Esperamos que as reflexões e trocas propiciadas pelo VI CIPSI sejam fecundas e desejamos a todos boas vindas!

 

 

 

                                                             A Comissão Organizadora